Na trilha do Leopardo-das-nevesNível 2-4

Você quer participar de um projeto de proteção de um felino ameaçado de extinção, você adora a fauna selvagem, aventura e viajar? Logo, a (...) Ver descrição detalhada

Na trilha do Leopardo-das-nevesNível 2-4

Você quer participar de um projeto de proteção de um felino ameaçado de extinção, você adora a fauna selvagem, aventura e viajar? Logo, a (...) Ver descrição detalhada

Leopardo - 17 dias - Quirguistão
Programas de férias que mudam o mundo
Aventuras extraordinárias, projetos reais para o desenvolvimento sustentável

Introdução

Atualização da descrição para a temporada de 2017. Paciência, paciência ... Agradecemos a sua compreensão.

Una-se a uma equipe de educadores da Objectif Sciences International no coração da reserva natural de Sarychat-Ertash e/ou Naryn, no Quirguistão, para estudar este felino desconhecido: o leopardo-das-neves! Acompanhado por guardas das reservas de Sarychat-Ertash ou de Naryn, a equipe percorrerá os vales, ladeiras e cumes à procura de indícios da presença do leopardo e, de maneira geral, da fauna selvagem das montanhas celestiais do Quirguistão ...

A Estada


Esta expedição é oferecido para crianças acompanhadas por seus pais, aos adolescentes a partir de 16 anos e aos adultos


Este animal na foto é um dos dois jovens leopardos-das-neves que foram observados em liberdade nas montanhas celestiais do Quirguistão por membros da expedição OSI PANTHERA em agosto 2014

As expedições «Na Trilha do Leopardo-das-neves», organizadas pela ONG Objectif Sciences International não são apenas uma viagem de descoberta da natureza, ou apenas uma aventura no Tian Shan. Essas expedições científicas são também uma viagem através de vocês mesmos.

Se você se armar de paciência e de humildade para estudar e proteger a fauna selvagem durante essa expedição, você encontrará uma riqueza inesperada composta da observação de animais fascinantes em contato cotidiano com uma natureza selvagem ...

Os leopardos-das-neves ocupam um imenso território na Ásia Central e, no Quirguistão, eles fazem parte da cultura há milênios. No entanto, embora seja um país onde ainda vive um grande número de indivíduos, eles são pouco estudados e caçados ilegalmente sem limites reais. Outras ameaças que enfrentam são a redução do seu território, a diminuição do número de suas presas selvagens, ou ainda conflitos com os produtores de gado.

A Estadia

A associação Objectif Sciences International leva, com sucesso jovens, adultos e famílias ao Quirguistão todos os anos desde 2006.

A primeira fase do projeto consiste em definir o estado atual da espécie no Quirguistão, identificando os indivíduos e seus territórios. Para isso, você partirá por um terreno equipado com armadilhas fotográficas, binóculos, lunetas e outros GPS de caminhada para localizar e observar a fauna selvagem em toda sua glória!

Isto irá lançá-lo em uma aventura nas montanhas do Quirguistão, e, com os outros participantes da operação, você otimizará o monitoramento dos indivíduos, fazendo transectos.


Você seguirá os leopardos seguindo os rastros que deixam para trás e a armadilha fotográfica que você terá instalado poderá tirar fotografias excepcionais durante a noite da fauna selvagem. Você estará à escuta do menor dos ruídos, o menor suspiro, atento a cada movimento ... Você se confundirá com a montanha para descobrir os tesouros inestimáveis que ela abriga. Esquecendo seu próprio conforto, você aprenderá a não despertar os sentidos dos animais para ser capaz de se chegar mais perto.



Você relatará em suas anotações todos os detalhes importantes para o estudo: a menor mudança na temperatura, hora do dia, o local específico da observação... Você construirá um verdadeiro banco de dados sobre os leopardos-das-neves e seu ecossistema. Seus resultados serão analisados por nossa equipe juntamente com estagiários e especialistas. Suas conclusões permitirão ajustar, em parceria com as reservas de Sarychat-Ertash e de Naryn, as medidas de conservação necessárias!




Você viverá uma experiência única e intensa no território dos leopardos da neve. Passeando entre as estepes compostos de Edelweiss ou à espreita ao pé de uma geleira, você surpreenderá a fauna selvagem em sua intimidade, no coração dos vales cercados por imensos picos nevados.

À noite, você retornará ao acampamento base e é em torno da fogueira que você poderá admirar o céu estrelado. Você compartilhará momentos inesquecíveis com os outros participantes da expedição e descobrirá a cultura do povo do Quirguistão.
Você voltará cheio de memórias e com a sensação de ter deixado a sua contribuição, permitindo a preservação de um tesouro inestimável: o misterioso leopardo-das-neves e seu habitat fascinante.

Pré-requisitos

AVISO: A inscrição para esta viagem requer a plena consciência do seu nível de dificuldade física e esportiva. Longe de desencorajar você, estes desafios, ao contrário, poderão seduzi-lo, mas você deve estar ciente do seguinte:

- * Os deslocamentos na Reserva Natural do Estado são a cavalo. A associação não exige nenhum nível de condicionamento para caminhar ou cavalgar. No entanto, uma certa capacidade física é indispensável para desfrutar da viagem; você deve ter certeza de que você não tem medo de cavalos ou de montá-los, e que você está confortável para realizar viagens de várias horas. Faremos quase diariamente 1 a 6 horas a cavalo e 4 a 6 horas de caminhada nas montanhas (entre 300 e 900 metros de desnível por dia de caminhada sabendo que estaremos entre 2500 m e 4000 m de altitude).
No entanto, com grande motivação, treinamento físico e alguns cursos introdutórios à equitação, a expedição é acessível a todos!

- * As equipes oferecem campos de base (cabana básica de montanha) localizados a cerca de 5 horas a cavalo uns aos outros. A seguir, cada uma das equipes se desloca em estrela de seu acampamento de base, podendo, por exemplo, uma observar o ambiente do leopardo, a outra lidar com seu monitoramento (tracking), mas todos poderão observar o leopardo ou ... os ursos! E esses papéis são invertidos no tempo. Quando uma equipe está a realiza o monitoramento, ela deixa os cavalos no pé dos vales e sobe a pé até o cume onde são colocadas as armadilhas fotográficas. O desnível desse percurso de ida e volta é de 700 m, em média, às vezes mais. Para os participantes que fizerem o estudo do meio ambiente, os vales não tão desnivelados poderão ser seu lugar preferido.

- * O alojamento, uma vez na reserva, se dá sob tendas, geralmente ao nível dos campos de base. O abrigo (casa pequena ou carro) serve como uma sala de estar de uso comum e as tendas como quartos. Em caso de percursos mais longos, ou esperas tardias, pode-se passar as noites em bivaques sem retornar ao acampamento (em tendas ou sob as estrelas com um saco de dormir).

- * Um dos campos de base do da reserva do Estado de Sarychat-Ertash foi renovado pela ONG (a primeira fase foi realizada em 2010, veja o link para [artigo de prestação de contas dessa operação-l> http://www.prog-panthera.com/Rehabi...]). O objetivo final é oferecer uma base científica permanente na reserva do Estado de Sarychat-Ertash, onde Objectivo Sciences International pode acomodar qualquer cientista que deseja ficar mais tempo nesse lugar.

Testemunhos de «panteristas»

Obrigado, Arthur, por este testemunho em vídeo.

Se você deseja ler a intergralidade dos testemunhos que recebemos, clique nesse link !

Se você deseja ler a intergralidade da FAQ à sua disposição, a fim de melhor se preparar para a aventura, clique nesse link !

Apresentação de slides

Amigo aventureiro, se você quer partir em viagem de sua poltrona, enquanto espera para se inscrever, clique na imagem abaixo para iniciar a apresentação de slides e aproveite:

Se você deseja ler os jornais de bordo das expedições anteriores, a fim de descobrir seu desenvolvimento e as aventuras de cada equipe, por favor clique nesse link !


Informações práticas

Várias datas e vários períodos lhe são propostos de junho a setembro. Contate-nos !


Avião

A viagem para o Quirguistão não está incluída na taxa de inscrição. Você deve utilizar seus próprios meios para chegar ao aeroporto Manas, em Bishkek, onde o recebermos.

IMPORTANTE : Para os participantes menores de idade que não estão habituados a viajar sozinhos, saiba que o voo para Bishkek contém apenas uma mudança de aeronave entre os dois voos de uma mesma companhia aérea partindo de várias cidades do mundo. Assim, você poderá pedir aos comissários de bordo que acompanhem os menores. Eles nos entregarão seu filho na saída do avião em Bishkek.
Para mais detalhes, não deixe de entrar em contato conosco (link «Contatos» nesta página).

Para organizar a sua viagem, seja qual for a seu local de partida e as datas de viagem escolhidas, a chegada ao aeroporto de Bishkek (recepção) ocorre:
- * Para a reserva Naryn : no domingo pela manhã entre 04:00 e 05:30 , e a partida de Bishkek ocorre na quarta-feira entre 03:30 e 6:30 .
- * Para a reserva do Estado de Sarychat-Ertash : na terça-feira pela manhã entre 04:00 e 05:30 , e a partida de Bishkek ocorre na sexta-feira pela manhã entre 3:30 e 6:30 .

As três companhias aéreas mais comuns que permitem ir ao Quirguistão são

Aeroflot, Turkish Airlines e Pegasus Airlines

.
Recomendamos a empresa AtlasGlobal depois de vários percalços ...

Alguns exemplos de horários estão disponíveis abaixo:

- De Paris:
Companhia Aeroflot: Saída na segunda-feira às 14h de Paris-CDG. Escala em Moscou de 19:30 às 10:55 p.m. Chegada em Bishkek às 5:10, hora local (1:10 na França) na terça-feira.
Retorno na sexta-feira às 6:30 de Bishkek. Chegada às 13:10 em Paris-CDG (hora local) no mesmo dia.

- De Genebra:
Companhia Aeroflot: Partida às 12:35 na segunda-feira em Genebra. Escala em Moscou das 18:05 às 10:55 p.m. Chegada em Bishkek às 5:10, hora local (01:10 na Suíça) na terça-feira.
Retorno na sexta-feira às 6:30 de Bishkek. Chegada às 11:45, em Genebra (hora local) no mesmo dia.

- De Berlim:
Companhia Aeroflot: Partida às 14:05 na segunda-feira em Berlim. Escala em Moscou das 18:35 às 10:55 p.m. Chegada em Bishkek às 5:10, horário local (1:10 na Alemanha) na terça-feira.
Retorno na sexta-feira às 6:30 de Bishkek. Chegada às 13:15 em Berlim (hora local) no mesmo dia.

- De Nova York:
Companhia Aeroflot: Partida de Nova York às 10:55 no domingo. Escala em Mosco das 18:25 às 22:55 na segunda-feira. Chegada em Bishkek às 5:10, hora local, na terça-feira.
Retorno na sexta-feira às 6:30 de Bishkek. Chegada em Nova Iorque às 12:20 (hora local) no mesmo dia.

- De Los Angeles:
Companhia Aeroflot: Partida no domingo às 16:25 de Los Angeles. Escala em Moscou das 15:25 às 22:55 na segunda-feira. Chegada em Bishkek às 5:10, hora local, na terça-feira.
Retorno na sexta-feira às 6:30 de Bishkek. Chegada às 14:45 em Los Angeles (hora local) no mesmo dia.

- De Tóquio:
Companhias Aeroflot Airlines e Japan Airlines: Partida na segunda-feira às 10:00 horas, de Tóquio. Escala em Seul das 12:35 às 13:55 do mesmo dia. Em seguida, partida por Moscou, com escala das 17:40 às 22:55 no mesmo dia. Chegada em Bishkek às 5:10, hora local, na terça-feira.
Retorno na sexta-feira às 14h30 de Bishkek. Chegada às 12:30 em Tóquio (hora local), no sábado.

Códigos dos Aeroportos :
Paris Charles de Gaulle PAR
Bishkek Manas FRU
Moscou Sheremetyevo SVO
Genève Cointrin GVA
Berlin BER
New York J F Kennedy NYC
Los Angeles LAX
Tokyo Narita NRT
Seoul Incheon ICN
Montréal Pierre Elliott Trudeau YUL

Em caso de dúvidas ou para ter certeza de sua escolha, favor nos contatar.


Parceiros









Essa expedição é suportada pela plataforma de reserva de avião. Easy Voyage. Você pode visitar EasyVoyage para procurar voos com preços melhores.



- * A Reserva Natural de Sarychat-Ertash, no Quirguistão :

Criada em 1995, a reserva de natureza integral de Sarychat-Ertash trabalha há mais de 20 anos na proteção da fauna selvagem e dos ecossistemas que a compõem. Além do leopardo-das-neves, são os grandes mamíferos como ursos, lobos, linces, carneiros-montês e bodes selvagens que ocupam seus 150.000 hectares.

Mais detalhes no novo site da reserva : http://www.sarychat.kg/







  • A Reserva Natural de Naryn, no Quisguitão :

Criada em 1983 para preservar as florestas de pinheiro e os ecossistemas do interior de Tien Shan, ela abrange cerca de 1 000 km² (100 000 ha). O cervo maral do Tien Shan (Cervus canadensis songaricus) reside habitualmente nesse local.



  • Natural Resources DNA Profiling and Forensic Centre (Ontario) - Laboratório canadense :

Pesquisadores e estudantes de doutorado deste laboratório de pesquisa genética nos permite cada ano analisar nossas amostras biológicas (fezes, pelos) de leopardos-das-neves a fim de aprender mais sobre a evolução da população deste felino em perigo de extinção, isso graças à parceria estabelecida entre as duas organizações.

Eis o link do site dessa empresa : http://web.nrdpfc.ca/



  • Fioravanti Production

Cineastas, fotógrafos e cientistas são os criadores e atores da equipe da associação Fioravanti Production. O que eles pesquisam é o compartilhamento e a sensibilização tanto de jovens como de adultos sobre temas sensíveis tal qual a proteção de habitats e das espécies.

"O que queremos é compartilhar a nossa visão otimista e testemunhar a frágil harmonia do mundo e do lugar do homem neste equilíbrio. Estamos trabalhando em temas que dominamos e particularmente amamos, o que nos permite revelar suas facetas mais íntimas ...
... e de fazer o que amamos! "

Eles produzem, portanto, filmes e fotografias documentais, e propõem exposições educativas.

É neste contexto que nasceu a nossa colaboração.
Éric CHATEAUMINOIS e Julien PALAYODAN participaram da expedição PANTHERA 2009, o que lhes permitiu experimentar uma exposição itinerante «Na trilha do leopardo-das-neves», assim como um documentário chamado «Za Panthera - livro da expedição» , do qual você pode ver algumas fotos neste link: http://www.prog-panthera.com/Sortie....

Eis o link do site deles na internet: http://www.fioravanti-production.org/



  • Armadilha fotográfica.fr

Nascida de um naturalista apaixonado, Frédéric SALGUES, esta empresa francesa oferece à venda equipamentos de armadilhas fotográficas e de vídeos a qualquer pessoa, associação, coletividade que deseje adquirir equipamentos de alta qualidade para atender às suas necessidades, tais como o monitoramento de espécies animais conhecidas por serem difíceis de se fotografar, ou a observação de espécies de certos locais, tais como locais de alimentação ou ainda a contagem de animais de uma área geográfica tanto em número de espécies como em número de indivíduos.

Na Primavera de 2010, Frédéric SALGUES nos permitiu concretizar uma parceria de empréstimo de equipamentos entre a sua empresa e a nossa associação, nos permitindo, assim, trabalhar com 2 armadilhas fotográficas adicionais no território do Quirguistão.

Eis o site na internet : http://www.piegephotographique.fr/site/

  • Snow Leopard Preservation Project

Somos um grupo de quatro estudantes de Biologia da Universidade de Poitiers e, para o nosso projeto de final de curso, decidimos nos envolver na preservação do leopardo-das-neves (Panthera Uncia) no Quirguistão e no Cazaquistão. Esse animal está em perigo de extinção desde os anos 80. Graças ao nosso supervisor, Professor Thierry Berges, conseguimos fechar uma colaboração com a ONG Objectif Sciences Internacional (OSI) através do seu Programa de Pesquisa Participativa PANTHERA e do Zoo Park Beauval que aceitaram dar visibilidade ao nosso projeto.

Resumidamente, esse projeto é um tema inovador, científico e sobretudo relacionado à proteção ambiental através da proteção de uma espécie ameaçada de extinção.

Nosso trabalho consiste em identificar, por meio de testes genéticos, os indivíduos de leopardos-das-neves que vivem nas reservas naturais do Quirguistão e do Cazaquistão. As únicas amostras biológicas para estas abordagens são fezes coletadas no solo durante as campanhas de prospecção organizadas há dezenas de anos no âmbito do programa OSI-Panthera liderado pela ONG Objectif Sciences Internacional. O nosso grupo irá extrair o DNA presente nessas fezes a fim de identificar indivíduos de leopardos-das-neves nas reservas e estudar o conjunto de genes no seio dessas reservas.

O principal objetivo do nosso projeto é, portanto, desenvolver protocolos para a prática de estudos genéticos de leopardos-das-neves, confiáveis e a baixo custo, a fim de oferecer esses métodos àqueles envolvidos em programas de pesquisa destinados a proteger esse animal. Esse projeto poderá ser estendido a outros países, especialmente o Cazaquistão, onde cientistas envolvidos no monitoramento de populações de leopardos-das-neves demonstraram interesse na possibilidade de executar esse tipo de estudo. Para implementar estes protocolos, o Zoo Parc de Beauval nos forneceu amostras de sangue, nos permitindo trabalhar com um DNA de muito boa qualidade e, em seguida, analisarmos o DNA através das fezes.

Como esses experimentos são caros, começamos a arrecadar fundos através de Crowdfunding. Infelizmente, a maior dificuldade de um projeto como esse é a comunicação. De fato, para que esse projeto sensibilize as pessoas, de modo que tomem conhecimento sobre a nossa arrecadação de recursos, temos que tentar atingir o maio número possível de pessoas.

A Equipe do Snow Leopard Preservation Project

PS : Você pode encontrar mais informações sobre o nosso projeto nesses endereços:
Site : http://preservationproject.wixsite....
Facebook :https://www.facebook.com/SnowLeopar...
Campanha de arrecadação de fundos: https://fr.ulule.com/snow-leopard-p...

Vídeo

O Projeto de Pesquisa

A estadia de Férias Científicas é oferecida como parte das contribuições voluntárias ao Programa de Pesquisa e de Educação dedicada ao estudo e à proteção do Leopardo-das-neves.
O Programa PANTHERA está descrito nesse site.

Conceitos aprendidos no programa

Antropologia - Biologia populacional - Coevolução - Conhecimentos tradicionais - Grandes feras - Monitoramento de espécies animais - Tradições

O Material Utilizado

Mapa topográfico - Pasta de arquivos de levantamentos - GPS - Fotografia Digital - Armadilha fotográfica - Walkie-Talkie - Vídeo Digital

O Local

Leve o seu visto para as Montanhas Celestiais e para o grande lago Issyk Kul!

Localizado ao sul do grande lago Issyk Kul, sobre as Montanhas localizadas na fronteira do Quirguistão e da China, a Reserva do Estado de Sarychat-Ertash não deixa qualquer um entrar. É preciso uma autorização de fronteira específica. Da mesma forma, é necessária uma autorização para acessar a Reserva de Naryn, localizada no centro do país.


A associação Objectif Sciences International possui ela mesma o conjunto dos elementos logísticos necessários para suas expedições ao Quirguistão sem precisar o fornecimento de qualquer prestador. A totalidade de nossas atividades nas reservas é sempre co-organizada com a equipe permanente da reserva, que participa de todas as nossas expedições. Tudo isso nos permite garantir uma atividade 100% dedicada aos nossos objetivos científicos e culturais.

Fora das reservas nos alojamos em cabanas de família ou em casas de aldeia. Ao longo dos anos, os anfitriões de Bishkek, Tolok e Chong-jargilchak, os motoristas e os guardas das reserva tornaram-se bem mais do que nossos parceiros, são amigos dedicados e adoráveis que sempre temos vontade de reencontrar e de que vocês conheçam.

O dia a dia no Local

Após a chegada a Bishkek, os primeiros dias lhe permitirão se preparar tanto no plano logístico como no científico, tudo enquanto descobre as primeiras paisagens típicas do Quirguistão, bem como aproveitando os primeiros encontros. A seguir, você se unirá a uma das duas reservas naturais com os outros participantes.


Uma vez na Reserva Natural, você percorrerá as altas montanhas do Quirguistão nas costas de um cavalo e a pé para coletar todos os tipos de informações sobre este felino, suas presas e seus concorrentes. Em pequenos grupos de 6 participantes, 1 a 2 membros da OSI e 3 guardas, você será um verdadeiro ator da pesquisa e o manejo de equipamentos científicos não mais será um mistério para você. Esse trabalho lhe permitirá estabelecer, entre outros, o mapeamento do território do leopardo e de aumentar o nosso conhecimento sobre esse felino.


Cada expedição lhe permite descobrir o país, seus costumes e sua cultura.
Você, então, dará lugar aos grandiosos cenários da reserva de Sarychat-Ertash ou de Naryn, mistura de estepes e montanhas íngremes, habitados também por argalis, carneiros-montês, lobos, ursos, linces, cervos, águias, abutres ....
N volta, um banho de sol no majestoso Lago Issyk Kul majestoso, orgulho do Quirguistão, será a sua última parada antes de voltar para a França.


A equipe

A equipe do Programa de PANTHERA é composta há anos por um forte núcleo de entusiastas.
Dependendo da época você tem a oportunidade de conhecer um dos seus membros.
Ela está descrita nesse site web.

Patrocinadores

Aqui estão dois profissionais que têm histórias muito diferentes na biologia.
Contudo, eles têm algo em comum: eles acreditam no nosso programa PANTHERA, em seus valores e desejam nos apoiar!


Thierry Bergès, Professor de Genética na Universidade de Poitiers, membro do Laboratório Sinalização & Transportes Iônicos de Membranas (Signalisation & Transports Ioniques Membranaires) (CNRS ERL7368)


Participar de uma expedição Panthera é a garantia de viver uma experiência inesquecível.

Quem nunca sonhou em cavalgar por paisagens quase virgens, magníficas, de tirar o fôlego; em percorrer os picos na trilha de animais selvagens, onde é possível senti-los próximos; em compartilhar emoções com um pequeno grupo à noite em um acampamento em torno de uma fogueira?

As trocas com os guardas da reserva e com as populações locais para descobrir seu modo de vida e suas tradições locais fazem dessas estadias também uma grande aventura humana. Se acrescentarmos que a organização é impecável, que os guias são extremamente competentes e têm vasta experiência de campo, só resta, obviamente, recomendar àquele que é tentado por uma estadia na natureza em um país distante que embarque nessa aventura !



Marie Dorin-Habert,
Medalhista olímpica de prata no biatlo em Vancouver, em 2010, diversos títulos na Copa do Mundo e graduada em Master Pro em Biodiversidade Ecologia Ambiente


Atleta de alto nível em biatlo há anos, eu sempre tive uma atração pelos romances de aventura, pela vida selvagem e por viajar pelos confins do mundo. Devido ao meu trabalho pude viajar e observar paisagens muito diferentes, sem nunca chegar a afastar-me totalmente do conforto da civilização para entrar no mundo fantástico e surpreendente da vida animal que era o nosso há milhões de anos antes. No entanto...

Algumas noites as paisagens invadem nossos sonhos, como tantas promessas de desvairadas nas imensidões virgens e selvagens. Inspirados por reportagens ou livros de aventura, eles nos transportam para um mundo onde a natureza desempenha o papel principal. Panthera faz parte dessas organizações que inspiram esses sonhos devido ao seu envolvimento na proteção desses espaços intocados e também permite aos mais ousados de ser ator de seus sonhos ao embarcar em expedições ricas de ensinamentos e emoções.

Testemunhos

Perguntas Frequentes


Fazer uma pergunta

Fotos / Vídeos

Nossos parceiros

Ver também